SEJA




- Reunião com Supervisoras, ADs e Secretários de Unidade Escolar (18/06/2013)

Seção de Educação de Jovens e Adultos, dentro da proposta de garantir o acesso e a permanência e a qualidade de ensino aos jovens e adultos que não tiveram oportunidade de estudar na idade adequada, elabora e orienta projetos de alfabetização em parceria com segmentos da sociedade civil, como o projeto Parceiros do Saber, e com o Governo Federal, no Programa Brasil Alfabetizado, além de promover a elaboração de outras propostas que busquem o retorno e a continuidade dos estudos, legitimados institucionalmente, incentivando o reconhecimento dessa modalidade como um direito.

Em 2007, Santos recebeu o selo de Município Livre do Analfabetismo. O prêmio foi conferido pelo Governo Federal aos municípios com índices de analfabetismo inferiores a 4% da população, levando em consideração maiores de 15 anos que não saibam ler e escrever. Santos registra 3,56%, ou seja 96,44% de alfabetização de jovens e adultos, estando entre os três únicos municípios do Estado de São Paulo a ganhar o selo.

A Rede Municipal de Ensino atende, a aproximadamente, 4.000 alunos, em 17 Unidades Municipais de Educação, distribuídas em todas as regiões da cidade, inclusive na área continental, em Caruara, Monte Cabrão e Ilha Diana, oferecendo salas de alfabetização, de Ciclo I (2º ao 5º anos) e de Ciclo II (6º ao 9º anos).

A Seção de Educação de Jovens e Adultos atua, ainda, com o projeto Preparando para o ENCCEJA/EAD. Nos anos de 2005, 2006 e 2007, o Sistema Municipal de Ensino de Santos, em parceria com o Ministério da Educação/MEC, por meio do Instituto Nacional de Ensino e Pesquisa/Inep, realizou o Exame Nacional para Certificação de Competência de Jovens e Adultos – ENCCEJA, nesta cidade, com resultados positivos.

Sendo assim, este projeto apresenta-se como uma alternativa para estudos usando a modalidade de educação a distância e mostra como uma nova oportunidade educativa para esses jovens e adultos, moradores de Caruara, Monte Cabrão e Ilha Diana que enfrentam dificuldades de acesso à escola noturna.

O projeto Co-Ligação caracteriza-se pela inclusão de adolescentes com transtornos mentais nas Unidades Municipais de Educação de Santos, com a modalidade de Educação de Jovens e Adultos. Uma parceria entre a Secretaria de Educação, por meio da Seção de Educação de Jovens e Adultos e da Seção de Atendimento às Necessidades Educacionais Especiais; e a Secretaria de Saúde, por intermédio da Coordenadoria de Saúde Mental e do Centro de Referência ao Adolescente Tô-Ligado. Nessa parceria foi estabelecida a oferta de um professor auxiliar para atender à especificidade proposta, um facilitador no processo educacional e na preparação da Unidade Municipal de Educação para receber o aluno, que também é atendido, por parte da Secretaria de Saúde; um aparato terapêutico com Grupo de Estimulação/Terapia Ocupacional, Acompanhamento Psiquiátrico e Psicoterapia Individual. Essa rede de atenção possibilita que a escola não assuma sozinha toda a responsabilidade sobre o aluno. O projeto teve início em junho de 2006.


Formação de professores

A atualização e o aprimoramento profissional dos educadores são fatores imprescindíveis no processo ensino-aprendizagem, principalmente no que se refere à permanência do aluno na escola, bem como ao incentivo ao prosseguimento nos estudos. A SEJA atua diretamente na formação dos professores do projeto Parceiros do Saber e dos educadores das escolas de EJA Ciclo I. Além de participar, ativamente, das formações do Preparando para o Encceja/EAD, EJA Ciclo II, Co-Ligação, Auxiliar de Classe (Inclusão) e Semana de Planejamento.


Email: seja-seduc@santos.sp.gov.br
Tel: (13) 3211 1818 r.1896