Que Viva Eisenstein! - 10 Dias que Abalaram - De 26 e maio a 01 de junho


SESSÕES16:00 - 18:30 - 21:00
     
 "Que Viva Eisenstein! - 10 Dias que Abalaram o México"  
(Eisenstein in Guanajuato)

Comédia Dramática /Holanda - México / 2015 / 105 minutos / Cor / Digital

eisenstein_4.jpg

Direção: Peter Greenaway
Roteiro: Peter Greenaway
Fotografia: Reinier van Brummelen
Montagem: Elmer Leupen
Elenco: Elmer Bäck, Luis Alberti, Stelio Savante, Maya Zapata

Classificação – 16 anos

eisenstein_3.jpg

Depois de estabelecer sua reputação na União Soviética, o cineasta Sergei Eisenstein (Elmer Bäck) se muda para Guanajuato, no México, para dirigir o novo projeto "Que Viva México!". Chegando ao país, encanta-se com a nova cultura e passa a levar uma vida de excessos e de descobertas. Assim, as filmagens sofrem muitos atrasos e os custos do projeto aumentam, gerando conflitos com os produtores. Sem familiares ou amigos por perto, o inseguro Eisenstein torna-se cada vez mais próximo de seu guia local, o mexicano Palomino Cañedo (Luis Alberti), com quem inicia um relacionamento amoroso.


eisenstein_1.jpg

Apesar de filme contar o episódio real da vida do grande cineasta russo, considerado por muitos, o grande inovador da linguagem e da edição cinematográfica, não se trata de uma obra biográfica. No início do filme existe uma alusão aos documentários tradicionais, onde se fala das obras de Eisenstein e o porquê de sua ida ao México, mas não é essa a intenção do veterano diretor  britânico Peter Greenaway com este filme. Usando todo seu peculiar apuro estético, Peter Greenaway constrói sua versão dos fatos como um grande caleidoscópio de cores e movimentos. Coisas como a demora em produzir o seu filme, as brigas com os produtores, a paixão pelo acompanhante Palomino e o choque diante da representação da morte realmente ocorreram, mas como eles estão representados no filme é fruto do estilo, as vezes polêmico de Greenaway.


eisenstein_2.jpg
 
Serguei Eisenstein é mostrado aqui como uma figura exagerada, excêntrica e quase desequilibrada, mas não deixa de ser certamente uma homenagem de um cineasta muito autoral e estudioso da linguagem com Greenaway, a outro cineasta que foi e ainda é referência para o cinema mundial como Eisenstein, que aqui não é visto como um mito, e sim como um homem sujeito a fraquezas e inseguranças como todo o ser humano. Que Viva Eisenstein - 10 Dias que Abalaram o México concorreu ao Urso de Ouro no Festival de Berlim, e lá teve uma exibição que causou bastante polêmica, principalmente em relação as cenas de intimidade de Eisenstein e seu novo amigo mexicano.

eisenstein_5.jpg
 Novidades | facebook twitter

PROGRAMAÇÃO
CINE ARTE



CONFIRA:

Agenda Cultural Santos
agenda_cultural.jpg




selo_pc3.gif



MISS

logo-miss-alta.jpg




Cine Arte Posto 4 - Av. Vicente de Carvalho, s/n - Informações e reservas: (13)3288-4009